Como representar uma EAP ou WBS de forma gráfica e descritiva
Como representar uma EAP ou WBS de forma gráfica e descritiva

Como é representada uma EAP? 

Aprenda como fazer uma EAP de forma gráfica e também como estruturar uma EAP utilizando a versão descritiva desta técnica. 

No artigo anterior da série especial sobre ferramentas e recursos de gerenciamento de projetos, detalhamentos o que é uma EAP. Se você ainda tem dúvidas sobre o que é uma estrutura analítica do projeto.

Recomendamos que você leia o artigo “O que é Estrutura Analítica do Projeto – EAP ou simplesmente WBS“.

Antes de iniciar a criação de uma WBS, é necessário que o gerente de projetos tenha clareza quanto ao escopo do projeto e ao objetivo principal que deve ser alcançado.

É possível representar um modelo de EAP (estrutura analítica do projeto) de duas formas:

  • Mapa EAP: representação gráfica em forma de árvore de hierarquia;
  • Descritiva: de forma textual e organizada por numeração e sub-numeração;

[su_divider text=”Voltar para o top” divider_color=”#878787″ link_color=”#204b73″ size=”2″ margin=”35″]

Como desenhar ou fazer um mapa EAP gráfico

Abaixo é possível visualizar esta lógica de organização neste exemplo de estrutura analítica do projeto em forma gráfica.

Exemplo de uma EAP - estrutura analítica do projeto representada através de mapa gráfico. Observe como é feita a estruturação de derivação dos itens de uma EAP
Exemplo de uma EAP – estrutura analítica do projeto representada através de mapa gráfico. Observe como é feita a estruturação de derivação dos itens de uma EAP

Como já explicado, uma EAP representada de forma gráfica é organizada partindo do item mais alto da visão e sendo detalhada em itens filhos, sem limite de descendência.

Como fazer uma EAP descritiva

Da mesma forma como a representação gráfica de uma EAP – estrutura analítica do projeto, a representação descritiva (textual) de uma EAP deve obedecer a ordem de derivação hierárquica, tendo sempre suas ramificações organizadas do item mais genérico até o mais específico.

Exemplo de EAP descritiva. O uso da representação textual de uma estrutura analítica do projeto é uma alternativa para a estruturação da visão do projeto.
Exemplo de EAP descritiva. O uso da representação textual de uma estrutura analítica do projeto é uma alternativa para a estruturação da visão do projeto.

Normalmente nesse tipo de representação de uma EAP, utiliza-se números árabes para estruturar cada item, pode-se também utilizar algarismos romanos e também letras do alfabeto latino

[su_divider text=”Voltar para o top” divider_color=”#878787″ link_color=”#204b73″ size=”2″ margin=”35″]

Vídeo sobre EAP ou WBS – Estrutura analítica do projeto explicada!

[su_youtube url=”https://www.youtube.com/watch?v=aIGBv4pIjc4″]

O mestre Mario Trentim do site GestaoeProdutividade publicou ainda em 2017 um vídeo excelente sobre o que é uma EAP, como fazer uma, quais os tipos de EAP. O vídeo é obrigatório para qualquer gerente de projetos ou qualquer outro envolvido diretamente em tarefas de gestão e planejamento de projetos.

Previous articleO que é EAP, Estrutura Analítica do Projeto – EAP ou WBS?
Next articleO que é Gerenciamento do Escopo: como fazer?
Chico Alff é o nome da persona de batalha de Francilvio Roberto Alff. Paranaense apaixonado por São Paulo, possui formação em Engenharia de Software, Análise e Desenvolvimento de Sistemas para Internet, iniciou também uma jornada acadêmica em História e Língua italiana, aventura essa que não foi concluída - ainda! Atualmente é acadêmico do curso de Engenharia Civil - Como é possível combinar a paixão por Computadores com a Divina Comédia e principalmente tijolos... por TIJOLOS!!! Frequentou os bancos acadêmicos tanto no Brasil quando na Itália, precisamente na Università degli Studi di Verona. Trabalha com  desenvolvimento de software desde 2010, tendo lançado âncora no mar da Análise de Requisitos, Análise de Negócios e Gerenciamento de Projetos, com experiência em projetos para a administração pública, sistemas de ERP, contábil e fiscal. Da mesma forma como um malabarista, tenta milagrosamente manter o portal www.AnálisedeRequisotos.com.br como prova de sua paixão pelo mundo da engenharia de software.