Gerenciamento de projetos Os 6 segredos do gerenciamento de projetos

Os 6 segredos do gerenciamento de projetos

Qual os segredos de um projeto perfeito?

Conheça e entenda quais são os segredos dos melhores gerentes de projetos para gerenciar um projeto corretamente, do começo ao fim

O que é um projeto?

De acordo com o Project Management Institute, um projeto é um ciclo de esforço temporário e planejado, com início e fim definidos. Um exemplo simples para ter claro o conceito de projeto é imaginar o desenvolvimento de um novo site para sua empresa.

“Aplicação de conhecimentos, habilidades, ferramentas e técnicas às atividades do projeto a fim de satisfazer os seus requisitos…”PMBOK®, 6ª edição

Cada projeto compreende uma série de tarefas que juntas contemplam um objetivo único. As tarefas de um projeto possuem restrições, como por exemplo restrições de tempo, pessoas e recursos tecnológicos e futuros para a conclusão do projeto.

O que é gerenciamento de projetos?

O gerenciamento de um projeto pode ser feito manualmente pelo project manager (saiba neste artigo o faz um gerente de projetos), utilizando planilhas e templates para gerenciar cada fase do projeto, entretanto é mais comum que i gerenciamento de um projeto seja realizado com o apoio de software de gerenciamento de projetos.

As 5 fases de um projeto.

Quais são as fases e etapas do ciclo de vida de um projeto? Considerando um cenário e um ambiente padrão, o Guia PMBOK afirma que um projeto possui 5 fases.

  • Iniciação.
  • Planejamento.
  • Execução.
  • Monitoramento.
  • Conclusão.

Cada um dos cinco estágios contém tarefas específicas imprescindíveis para atingir os objetivos do projeto.

Os 6 segredos do projeto perfeito.

  • Stakeholders (atores interessados diretamente revividos): stakeholders são todos os atores (indivíduos), organizações ou grupos que possam influenciar em uma decisão (atividades, requisitos ou o resultado de um projeto). Em síntese é correto dizer que stakeholders são todos aqueles que têm interesse no resultado esperado do projeto.
  • Recursos: são necessários para realizar as tarefas do projeto. Eles podem ser intangíveis (pessoas e tempo) ou tangíveis (equipamentos, materiais e finanças). Os recursos são geralmente definidos durante a fase de planejamento do projeto.
  • Resultados (entrega): são bens ou serviços tangíveis ou intangíveis produzidos como resultado de um projeto. A definição, o monitoramento e o gerenciamento dos resultados do projeto são essenciais para o sucesso do projeto.
  • Dependências: Dependências são as inter-relações entre as atividades, que determinam a ordem em que devem ser realizadas. Existem quatro tipos de dependências de tarefas: Término-Início, Início-Início, Término-Fim e Início-Fim.
  • Cronograma: o controle de tempo é um método eficaz para registrar e controlar o tempo gasto em uma tarefa ou atividade específica dentro do projeto. Os quadros de horários podem ser usados para cálculo, faturamento ou otimização da folha de pagamento.
  • O Triângulo de Ferro (ou “Tripla Restrição”): o Triângulo de Ferro do gerenciamento de projetos é a combinação das três restrições mais relevantes em relação aos projetos: escopo, tempo e custo. Todos os três são interdependentes: nenhum pode ser alterado sem afetar um dos outros (ou ambos).

Em síntese é correto dizer que stakeholders são todos aqueles que têm interesse no resultado esperado do projeto.

Resumindo de forma lúdica, o gerenciamento de projetos é a arte de gerenciar com eficiência e eficácia um ou mais projetos.

O Dicionário Macmillan o define assim: O gerenciamento de projetos envolve o planejamento e a organização do trabalho que um projeto envolve, incluindo a decisão de quanto dinheiro, tempo e pessoas serão necessários.

Normalmente quem faz tudo isso é o gerente de projeto. Em geral, a responsabilidade desse profissional é aliar estratégia (planejamento) com operações (execução) para realizar o projeto de maneira adequada.

Primeiro, você precisa planejar o andamento de um projeto e decidir os objetivos estratégicos com as partes interessadas.

O plano é então executado, gerenciando recursos (materiais, pessoas, etc.) e restrições (escopo, tempo e custos) ao longo do caminho.Os projetos geralmente são divididos ou “quebrados”em partes menores e gerenciáveis (tarefas, atividades ou marcos).

Uma vez que o sucesso do seu projeto depende em grande parte da realização das tarefas em tempo hábil, as tarefas são frequentemente priorizadas e planejadas de acordo com um determinado cronograma.

É importante cumprir os prazos e executar as tarefas de acordo com as dependências e prioridades para garantir que o projeto prossiga dentro do cronograma.
Claro, ser mais eficaz no gerenciamento de projetos tem muitas vantagens:

  • Atender às expectativas de todas as partes interessadas.
  • Ordem e clareza: direcionar e concentrar esforços nada entregas.
  • Alocar racionalmente os recursos.
  • Defina um cronograma de projeto realista.
  • Garantir o controle de qualidade.
  • Realizar o gerenciamento de riscos.

Observar e cumprir esses critérios e atividades já elevará o coeficiente de sucesso de seu projeto, ajudando a manter controlados alguns dos principais aspectos do projeto.

Nem tudo são flores: Lidando com o fracasso e aprendendo com ele!

Por sua vez, atingir essas metas o ajudará tremendamente a motivar sua equipe. O que, nem é preciso dizer, mais uma vez leva a projetos melhores. Uma situação onde todos realmente ganham.

Os segredos do gerenciamento de projetos.

O gerenciamento profissional de projetos requer uma abordagem disciplinada e controlada. Embora cada projeto seja diferente, há uma série de princípios básicos e universais do gerenciamento de projetos que você pode aplicar e respeitar para aumentar drasticamente suas chances de sucesso.

De cada U$ 1,00 investido no mundo, cerca de U$ 0,10 são desperdiçados por problemas e falhas durante o gerenciamento de projetos.

De acordo com o relatório do Project Management Institute de 2018, 9,9% de cada dólar é desperdiçado devido ao fraco (por vezes medíocre) desempenho em gerenciamento e gestão de projetos.

Antes e durante o ciclo de vida de um projeto, cada membro da equipe de projeto deve fazer seriamente a si mesmo essas quatro perguntas:

  • O que precisa ser feito?
  • Quando deve ser feito e em que ordem?
  • Em que ponto está o projeto?
  • Quem é o gerente de projeto?

Perguntar, responder e refletir sobre esses quatro questionamentos é extremamente útil para toda a equipe. Com este simples e gratuito exercício é possível por exemplo aos membros do time, localizarem-se dentro de um cenário onde o projeto tenha tomado ares confusos.


Recomendamos também que você leia os artigos sobre gerenciamento de projetos que já foram publicados aqui no portal Análise de Requisitos. Sugerimos a leitura do seguinte conteúdo.

Livro/PDF: Utilizando UML e Padrões de Craig Larman

Dominar uma linguagem orientada a objetos, como Java , não é o suficiente. Um bom engenheiro de software deve também possuir a habilidade de projetar sistemas de objetos robustos, escaláveis e fáceis de manter. CONTEÚDO DO ARTIGO Utilizando UML e Padrões, de Craig LarmanDetalhes do LivroSobre o autor Craig LarmanCompre o livro Utilizando UML e […]

2 comments

Gerenciamento de Projetos Livro em PDF

Livro grátis sobre gerenciamento de projetos. Faça o field do PDF do livro Gerenciamento de Projetos.

1 comment

Relatório de lições aprendidas, exemplo para download

CONTEÚDO DO ARTIGO Template de documento de lições aprendidas do projeto.O que é um relatório de lições aprendidas?Como usar um relatório de lições aprendidas.Download do modelo de relatório de lições aprendidas.Você também precisa ler! Template de documento de lições aprendidas do projeto. O termo “Lições Aprendidas” é um assunto intimamente ligado com a qualidade de […]

1 comment

Guia PMBOK® 6ª Português

Popularmente conhecido como PMBOK, o Corpo de Conhecimento em Gestão de Projetos (tradução livre para o português de Project Management Body of Knowledge) é um guia que organiza e padroniza as melhores práticas, ferramentas, técnicas e processos do Gerenciamento de Projetos. CONTEÚDO DO ARTIGO Guia PMBOK® 6ª EdiçãoO que é PMBOK?As 10 áreas de conhecimento […]

5 comments
Paranaense com alma paulistana e coração italiano. Bacharel em Engenharia de da Computação (Laurea magistrale in Ingegneria e Scienze Informatiche) pela Università degli Studi di Verona, Técnologo em Sistemas para Internet. Iniciou também uma licenciatura em História Italiana e Letras Clássicas pela Università di Bologna, aventura que infelizmente não foi concluída. Atualmente é acadêmico do curso de Engenharia Civil na Faculdade Mater Dei. Trabalha com desenvolvimento de software desde 2010, especializou-sem em Engenharia de Requisitos, Análise de Negócios e Gerenciamento de Projetos. Ao longo de sua carreira autou em projetos para a administração pública, sistemas de ERP, processamento distruibuído e inteligência artificial.

3 COMENTÁRIOS

Sair da versão mobile